sexta-feira, 3 de julho de 2009

Esperanças




Após uma longa ausência, enfim, consigo respirar ares que não remetem à livros. Essa é a vida dura de quem não programa tempo para blogs... rs

Sinto uma sensação de alívio. E não é só pelas provas que se foram e pelo semestre que acabou - aos trancos e barrancos, mas acabou.
Sinto alívio pelos novos rumos que minha vida terá de tomar daqui para frente. Nunca pensei que fosse passar por tanto sofrimento, tanta infelicidade e tanta injustiça em tão pouco tempo, mas a vida esperou que eu completasse meus 20 anos para começar a surpreender. E temos que erguer a cabeça e levar a vida para frente.

Em dois anos, o mundo começou a desmoronar... Perdi tantas pessoas queridas, que cheguei a sentir um vazio que chamei, então, de saudades. Perdi esperanças de continuar, senti medo, achei que tivesse que abrir mão de tudo o que conquistei agora para conseguir sobreviver. Mas aquele ditado que todos usam para se confortar no momento de desespero me acalmou, justamente por me obrigar a ter fé. Sim, "Deus escreve certo por linhas tortas".

Sei que daqui para frente tudo vai mudar. Sei que passarei por momentos difíceis, e que terei que aprender a viver a vida de um jeito diferente. Mas a vida ensina a gente a lidar com as dificuldades mesmo quando achamos que não seremos capaz.

Ah! Alívio, enfim.

No final, todos estaremos bem. Basta esperar.