domingo, 23 de maio de 2010

Alguém importante

Há um bom tempo, quando eu ainda tinha 13 anos, fui tomar um passe em um centro espírita após descobrir que havia errado a data de uma cirurgia que faria (para tirar as tonsilas). O lugar, para mim, era desconhecido, mas era sereno e emanava uma sensação de paz.

Quando o médium chefe do centro me chamou para tomar o passe, eu o segui e fomos juntos para uma pequena sala. Lá, enquanto eu me concentrava e rezava, notei que ele começou a falar outra língua – acredito que alemão – enquanto passava para mim as energias positivas de que eu tanto precisava naquele momento. Ao terminar o passe, voltando a falar português, o médium, em sua oração, disse-me que eu seria alguém importante na vida.

Naquela época, eu, inocente, acreditava que o grau de importância das pessoas era diretamente proporcional ao grau de reconhecimento pessoal: Quanto mais popular se é, maior a importância da pessoa.

Em minha inocência pré-adolescente, não pude compreender o que seria “ser importante”. Hoje, dez anos depois, eu aprendi que para sermos importantes, basta sermos necessários na vida de alguém. Da mãe, do pai, do irmão, namorado, amigos ou familiares. Não importa que o mundo inteiro não te conheça, pois o que realmente importa são as pessoas que sempre estão ao seu redor te acharem importante.

Hoje eu sei que sou importante, porque estive lá quando minha mãe precisou, quando meu pai precisou, minha avó, meu avô, meu tio, meu namorado e irmão... Quando todos precisaram de um pouquinho de amparo, eu pude estar lá e estender a mão. E não importa que o mundo não saiba minhas razões e suas causas, pois a grandiosidade da vida está nos pequenos momentos que guardamos para a vida toda.

O que realmente importa é que, para estes pequenos fatos, ninguém se importa. Conhece a verdadeira importância das coisas somente aquele que um dia precisou dela. E isto basta.

Um comentário:

  1. Querida filha ... você realmente cresceu, muito mais no interior ao descobrir o verdadeiro sentido da palavra "importante". Que bom ter uma filha que sabe ser importante quando precisamos. Obrigada por tudo! Beijos!!!

    ResponderExcluir