terça-feira, 15 de maio de 2012

Máscara de ImPunidade




Quem antes se preocupava em ter a senha do banco roubada por um programa espião ou um hacker qualquer, hoje, se for famoso, tem que se preocupar muito mais com banalidades de sua vida pessoal do que com roubos diretos.

Não são somente artistas internacionais os (no caso, as, porque mulheres são mais visadas que homens) que sofrem com essa onda de roubo cibernético. Todos viram e ainda veem, graças à propaganda da mídia, que uma atriz brasileira tem sido refém da idiotice alheia.

De rumores que partiram de possível acesso a conteúdo privado em uma assistência técnica à real veracidade dos fatos, a maior propaganda de que fotos pessoais da atriz caíram na internet foi da própria mídia, que as usa anuviadas e desfocadas como background da notícia irrelevante.

Ações judiciais premeditadas tentaram culpar o único que não tem culpa nisso tudo: O maior site de buscas da internet, que saiu como vilão da história, para a alegria da Microsoft.

Hoje, no entanto, ter fotos e dados pessoais armazenados em email ou estantes virtuais é um perigo se você é inocente e novo na internet. Enquanto crescemos sabendo diferenciar spam de email, links maliciosos de confiáveis, há ainda quem caia nas armadilhas antiquadas colocadas aqui e acolá no mundinho virtual. E foi assim que as fotos da atriz brasileira viraram assunto nacional nas últimas semanas.

Felizmente, ela é uma moça bonita. Infelizmente, quem praticou o crime não tem respeito nenhum ao próximo e espalhou as fotos pelo mundo, em sites pornográficos e, ainda por cima, derrubou um site federal e divulgou as fotos da atriz na página inicial. Futilidade ao extremo, nesse Brasil.

No país da ignorância, os criminosos virtuais se revoltam quando comparsas são presos e se acham no direito de expor a vida de alguém como prova de soberania. Pegaram uma moça pra cristo, e sequer pararam pra pensar em como ela se sente com tudo isso – porque quem pratica crime assim não se importa com outra coisa além do ego.

A impunidade irá reinar novamente. Sempre reina, no Brasil. Os ataques serão multilaterais, e só vão parar quando a importância para o caso diminuir – mas a mídia alimenta a cada dia a fogueira Dieckman.

Enquanto a moça angustia, estúpidos, ignorantes e criminosos estão aí à solta, quebrando senhas, roubando códigos, armazenando arquivos de muitos outros do Brasil e do mundo.

As leis não valem nada na internet.